Entrevista com Rael Andrade - Vocalista da Banda SuperSelf

  • Blog do Argonauta: - E aí, Rael tudo bem?
  • Rael Andrade: - Beleza.
  • Blog do Argonauta: - Eu já tinha ouvido falar de você muitos anos atrás. Já tinha ouvido algumas músicas, mas só recentemente que pude apreciar melhor algumas de suas composições, que estão disponíveis para ouvir e baixar lá no site do SoundCloud. Depois que você lançou o primeiro EP da sua banda SuperSelf. Conta um pouco pra gente sobre sua trajetória.
  • Rael Andrade: - Comecei a fazer música no século passado e gravamos nesse século. Sou extremamente influenciado pelo som, pela música boa que o rock and roll nos proporciona. Digo rock na atitude, Chico Buarque é rock pra mim.
  • Blog do Argonauta: - Entendo.
  • Rael Andrade: - Nosso primeiro EP foi lançado pelo selo "Som Independente Records" com tiragem física independente, e virtualmente pro mundo do rock.
  • Blog do Argonauta: - Sim. Eu já baixei e gosto muito de todas. São ricas de ritmo e conteúdo.
  • Rael Andrade: - Muito obrigado meu velho!!!
  • Blog do Argonauta: - Mas conta aí pra gente, como surgiu a banda SuperSelf, era um desejo punk ou uma necessidade de se expressar?
  • Rael Andrade: - Na verdade sempre achei pura magia tocar um instrumento e rimar com melodias. Quando criança só ouvia rádio, e quando fui formando meu gosto musical aos 16 anos eu fui pendendo pro lado mais rock da coisa. Ouvi músicas e fui a uns 150 shows de rock. Depois disso, reunimos uns amigos que tinham talento e eu fui nessa. 
  • A princípio, éramos a banda "Zipper", comecei no baixo e logo pulei pra guitarra base. As composições eram essencialmente de um amigo. Logo, logo, veio uma vontade de escrever as minhas e, pra minha surpresa, foi muito natural. O letrista principal saiu um ano depois e eu assumi os vocais e as composições.
  • Costumávamos dizer, na época, que a banda Zipper perdeu a cabeça e se tornou um corpo vagando por ai. Esse corpo seria o superself. O zipper seria um monstro de duas cabeças. (risos)
  • Blog do Argonauta: (Risos). Bem, não sei como era antes, mas, na minha humilde opinião, está indo bem como está.
  • "... eu não sou de aço, os meus pedaços espalhados pelos cantos de um lugar qualquer, juntando eu sou alguém que ama e que chora quando as coisas fora do lugar não vão muito bem..."
  • Esse trecho é de uma música sua que gosto pacas. A sua inspiração pra fazer suas letras, de onde vêm?
  • Rael Andrade: - Essa canção se chama "esse sou eu". Tem a ver com diálogos pessoais, era pra falar de velhice, mas se tornou outra coisa. " esse sou não era bem o que podias imaginar, mas enfim sou eu ".
  • Blog do Argonauta: - Sei que vocês, a banda SuperSelf, têm muitas músicas que ainda não estão gravadas, já há algum plano em vista em relação à essas canções e outras novas?
  • Rael Andrade: - Sim, sim. Em agosto teremos mais 5 canções novas que serão disponibilizadas gratuitamente. Na verdade temos muitas músicas que se mantiveram vivas nesse tempo que vínhamos tocando em lugares mais ou menos obscuros, mas sem nenhum registro digno de áudio. Agora parece que estamos vendo uma "luz". (Risos).
  • Blog do Argonauta: - (Risos). Entendi. Bacana.
  • Agora Rael, é verdade que o rock brasileiro em geral tem estado um pouco à margem do cenário musical que a mídia e a sociedade impõe de certa maneira. Comente um pouco sobre isso, a partir do seu ponto de vista.
  • Rael Andrade: - Acho que rock é um conceito mais amplo que as barreiras que um estilo musical pode impor, sempre haverá milhões pra música mais trabalhada ou menos trabalhada. Sempre vai haver rock inglês e o punk, o heavy e a mpb. Escritores malditos e populares.
  • Blog do Argonauta: - E anônimos.
  • Rael Andrade: - Temos a falsa impressão que ficou mais fácil aparecer, quando se digitaliza as informações, musicais, escritas..., mas está fácil de gravar pra todo mundo. Democratiza, mas dificulta. Paradoxal.
  • Blog do Argonauta: - É verdade. Assim como a SuperSelf, existem muitas bandas com obras musicais maravilhosas, e escritores com livros fascinantes que não conseguem o espaço que sua obra merecia. Diante dessa barreira. O Blog do Argonauta se coloca à disposição para divulgar e pôr em avaliação esses talentos "escondidos" pelo brasil.
  • Deixa pra gente aí, notícias sobre a banda, contatos nas redes sociais, links onde as pessoas possam ouvir e baixar as músicas e ficar por dentro da sua agenda musical.
  • Foi uma alegria entrevista-lo. (Risos). Meu amigo, desejo sucesso, saúde, paz pra você, sua família, e pra família SuperSelf também.
  • Rael Andrade: - Eu que agradeço, parceiro. Igualmente. Grande abraço.

O entrevistado de hoje foi Rael Andrade, vocalista e compositor na banda SuperSelf, o estilo rock e poesia muito bem harmonizado. Saiba mais sobre a banda e onde ouvir e baixar as músicas da SuperSelf nos links abaixo: